Entrevista com a presidente da Associação Amigos do Alto de Pinheiros

Há mais de 10 anos na presidência, a psicóloga Maria Helena do Amaral Osório Bueno reside há 16 anos no bairro e conhece cada detalhe da região

Alfa Realty: O que você mais gosta no Alto de Pinheiros?

Maria Helena Bueno: Gosto do verde e da tranquilidade. Essas são as principais qualidades do Alto de Pinheiros, bairro que escolhi para viver há 16 anos atrás, mas que conheço há mais de trinta, pois trazia meus filhos para o Colégio Santa Cruz todos os dias.

Alfa Realty: Foi fácil tornar-se presidente da Associação Amigos do Alto de Pinheiros? Como aconteceu?

Maria Helena Bueno: Eu era presidente do Ceaf (Centro de Estudos e Assistência à Família), instituição onde sempre fiz um trabalho como voluntária e que tem sede próxima à Praça Waldir Azevedo e descobri a Saap. Primeiro me tornei sócia e em 1995 já fazia parte da diretoria.

Como gosto de exercer minha cidadania, a presidência da Saap foi uma consequência do meu trabalho como voluntária comprometida com a instituição. Já estou no quarto mandato (cada um com período de dois anos).

Alfa Realty: Como é o seu dia a dia na Saap?

Maria Helena Bueno: Praticamente vou todos os dias à sede e quando estou em casa fico à frente do computador, respondendo e-mails, orientando nossa secretária na Associação, além de ir a todas as reuniões externas com vereadores, autoridades e empresários.

A Saap toma 80% do meu tempo e nas horas livres gosto de fazer companhia aos meus netos, que ainda são crianças.

Alfa Realty: Parece ser um trabalho árduo. É difícil lidar com o poder público?

Maria Helena Bueno: É um trabalho de formiguinha, de corpo a corpo com as autoridades e os moradores do bairro.

Atualmente a Saap briga para ter mais postes de iluminação e semáforos em nossas vias, por isso as constantes conversas e solicitações à Ilume (Departamento de Iluminação Pública da Prefeitura de São Paulo) e à CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

O trabalho junto à Subprefeitura de Pinheiros também é uma constante. Criamos uma relação há mais de vinte anos com o poder local.

Eu admiro os funcionários públicos que, com poucos recursos, conseguem nos atender, não na mesma hora, mas no tempo da Prefeitura.

Nosso maior problema é quando estamos alinhados com as autoridades e muda tudo numa eleição e temos que começar do zero.

Na Polícia Militar que atende a região (1ª Cia da PM) tivemos comandantes que são solidários com nossas causas.

Alfa Realty: A Saap tem muitos associados?

Maria Helena Bueno: Infelizmente temos somente 220 associados. Um número muito baixo para um bairro que tem 5.550 residências e 255 edifícios. Mas não tenho do que reclamar, pois tenho um time de voluntários comprometidos.

Gosto de dar autonomia para cada um para que eles possam produzir livremente suas tarefas. É uma instituição tradicional. A Saap tem 38 anos, existe desde 1977 incentivada pelo padre Corbeil, que foi diretor do Colégio Santa Cruz.

Alfa Realty: A senhora realizou alguma ação marcante que ficará como legado na instituição?

Maria Helena Bueno: Vamos lançar um livro da Ana Cecília de Arruda Campos que fez um estudo sobre o Alto de Pinheiros que foi esmiuçado de ponta a ponta com mapas, fotos e estatísticas.

Um trabalho muito bem-feito realizado com a ajuda da nossa presidente do Conselho, Ignez Barreto, que também é arquiteta e urbanista como a Ana Cecília.

É um livro que vem numa boa hora para sabermos mais sobre o lugar em que vivemos, principalmente por causa do novo Plano Diretor e da Lei de Uso do Solo que nos impõe mudanças urbanas que devem ser discutidas com a sociedade, mas que devemos estar atentos para mantermos o bairro como zona residencial

Alfa Realty: O Plano Diretor prevê quais mudanças no Alto de Pinheiros?

Maria Helena Bueno: A lei está impondo a criação de corredores comerciais no bairro. Mas é preciso usar sensatez.

Estamos com trânsito intenso em algumas vias como a Pedroso de Morais, Banibas, Elisa de Moraes Mendes, São Gualter, Diógenes Ribeiro de Lima e outras.

São ruas e avenidas que assumiram essa vocação natural para o trânsito que deve ser mantida assim, sem a necessidade de criar novos corredores. Além disso, aceitamos que o bairro possa ter edifícios de até três pavimentos com comércio no térreo a fm de manter sua tradição de bairro residencial.

Alfa Realty: E as ciclovias?

Maria Helena Bueno: Apoiamos a criação da ciclovia. No bairro, essa via nasce no Parque Villa-Lobos, passando pela Pedroso de Morais e avenida Faria Lima até chegar ao Parque do Povo.

Alfa Realty: Quais foram as principais conquistas em sua gestão como presidente da Saap?

Maria Helena Bueno: Foi colocar a Saap em evidência. Muitos moradores nem sabiam que a instituição existia. Acho importante esse resgate da Associação. Estamos incentivando a cidadania no bairro.

Alfa Realty: O que senhora tem a dizer para os novos moradores que estão chegando no bairro?

Maria Helena Bueno: Eu diria que venham, pois o bairro é maravilhoso, arborizado, seguro. Tem boas escolas, dois clubes que são desbravadores na região, como o Alto de Pinheiros e o Anhembi.

Alfa Realty: Como a senhora vê o futuro do Alto de Pinheiros?

Maria Helena Bueno: Acredito numa renovação, com micro-ônibus circular no bairro, ciclovias, mais comércio e predinhos. Sem prejudicar a arborização, é claro!

O Alto de Pinheiros tem atualmente cerca de 49 mil habitantes, muitos moradores acima dos 60 anos, mas também muita gente na faixa dos 40 e 50 anos. Acredito que as ruas terão boas placas de sinalização, lixeiras duráveis e postes de iluminação. Teremos um futuro melhor.

Conheça os empreendimentos que a Alfa Realty disponibiliza no Alto de Pinheiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *