O designer Zanini de Zanine vive um momento de efervescente criação

Com um trabalho arrojado, o designer Zanini de Zanine vive um momento de efervescente criação

 

Na primeira edição da Maison&Objet Américas – realizada em Miami no primeiro semestre de 2015 – foi dado mais um passo para o design brasileiro: o carioca Zanini de Zanine foi nomeado Designer do Ano pelos organizadores do famoso evento francês de design, que se reinventou ao criar exposições além de Paris: Américas (Estados Unidos) e Ásia (Cingapura). “Fiquei bastante surpreso.

Trabalhamos com referências brasileiras desde o início e com bastante entusiasmo em todos os nossos projetos. Acredito que isso rende bons frutos e propaga cada vez mais nosso trabalho dentro e fora do País”, afirma o designer que apresentou uma linha de bancos, produzidos em aço inox, criada por ele para a Mekal, além de participar de uma mesa-redonda aberta ao público durante a feira.

Desde que surgiu no circuito de design no Brasil, em 2003, Zanini chamou a atenção da mídia especializada e passou a acumular prêmios aqui e no mundo. Entre eles, o Prêmio Museu da Casa Brasileira (2010); Prêmio IDEA (2010) e IF Awards (2012). Sua trajetória também inclui participações pontuais em algumas das mais importantes exposições de design internacional, como a Bienal de Saint-Étienne (França); 100% Design (Grã-Bretanha); Salão Internacional do Móvel de Milão (Itália) e Semana de Design de Nova York (EstadosUnidos), entre outras.

Conquistou sucesso, e mostrou a que veio. Com pouco mais de dez anos de atuação no mercado, Zanini – filho do famoso arquiteto José Zanine Caldas (1919-2001) se estabeleceu como um dos mais importantes designers brasileiros da atualidade. “Aprendi com meu pai a pesquisar muito. Essa inquietação e vontade de experimentar me deixa livre para trabalhar com diferentes materiais e eu gosto dessa forma de trabalho que provoca reações nas pessoas”, revela o designer.

Entre os materiais eleitos para criação de suas peças estão a madeira maciça (preferencialmente de origem controlada), materiais de demolição, plástico, metacrilato e metal. Além do lado experimental de suas primeiras criações e o toque de brasilidade, seu traço original chamou a atenção de grandes fabricantes internacionais, como as prestigiadas fabricantes italianas Cappellini, Poltrona Frau e Slamp, além da francesa Tolix e da norte-americana Espasso.

Para a primeira, criou a poltrona Trez – fabricada com corte de laser e soldada em alumínio com 4mm de espessura – uma das mais emblemáticas peças do design contemporâneo. Segundo ele, o móvel foi inspirado na cultura brasileira, mais precisamente nas obras de Amilcar de Castro, escultor que utilizava a linguagem da dobra no metal; e Joaquim Tenreiro com sua cadeira Três Pés. Ao trabalhar com fábricas que se tornaram ícones do design contemporâneo, Zanini afirma que tem total autonomia de criação. “O que mais impressiona é o grau de liberdade que eles oferecem na hora de desenvolver uma nova peça. De uma maneira muito nobre, deixam a identidade do designer aflorar.”

Segundo ele, a grande lição dessa experiência internacional é a individualidade usada para obter resultados positivos. “Temos um mundo muito massificado e globalizado. Com esse cenário cada vez mais serão as diferenças que irão sobressair. Eu credito essa identidade cultural a grande parte do sucesso que tenho obtido fora do Brasil”, diz o designer.

Com apenas 37 anos de idade, Zanini de Zanine ainda tem muita estrada pela frente em sua jornada como criador. Atualmente está envolvido com uma série de convites para colaborar com marcas nacionais e estrangeiras. Recém-separado de um breve casamento, o designer aproveita suas horas livres para ficar perto do mar. “Meu trabalho está ligado ao amor e à paixão. Todas as minhas criações têm ligação com meu lado afetivo e das lembranças que tenho dos meus pais. Eles me ensinaram a valorizar nossa cultura e costumes. Tudo isso me interessa e faço o possível para que sejam valores traduzidos em meu trabalho.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *