O Alto de Pinheiros é um dos bairros mais arborizados da capital paulista

Com praças e parques públicos bem cuidados, o Alto de Pinheiros se destaca como um dos bairros mais arborizados da capital paulista

Planejado como bairro-jardim em 1912, o Alto de Pinheiros conserva o seu plano urbanístico original e preserva o seu maior patrimônio: ruas arborizadas e silenciosas que trazem uma atmosfera de tranquilidade aos moradores.

Praça das Corujas

Seu perímetro é de aproximadamente 3,94 quilômetros quadrados, de acordo com o arquiteto José Flávio Cury, supervisor de Planejamento Urbano da Subprefeitura de Pinheiros, que faz uma ressalva: a de que os bairros da cidade de São Paulo não têm um limite oficial.

Seja como for, sua área verde é um cartão de visitas para quem procura por qualidade de vida numa metrópole como a capital paulista.

Suas praças (268.620 metros quadrados), canteiros (71.631 metros quadrados) e parques estaduais (853.000 metros quadrados) totalizam 1.193.251 metros quadrados*, segundo dados da Associação Amigos do Alto de Pinheiros (Saap).

Esses números representam 15,49% da área total do bairro, uma dimensão que o diferencia na cidade por ser o distrito com a maior porcentagem de áreas verdes à disposição de seus moradores.

“Nos orgulhamos de nossas áreas verdes. Temos sete grandes praças no bairro, com destaque para a Waldir Azevedo, que é a maior, com 48 mil metros quadrados.

Um lugar aberto para todos que gostam de passear ao ar livre”, ressalta Maria Helena do Amaral Osório Bueno, presidente da Saap.

Neste post apresentamos um ensaio fotográfico das principais praças do Alto de Pinheiros, realizado – com exclusividade pela fotógrafa Ilana Bessler para a primeira edição da revista Alfa Realty.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *