Tendências do Mercado Imobiliário 2° semestre 2019

Tendências do Mercado Imobiliário para o 2° Semestre de 2019

Quem pensa que o mercado imobiliário não está aquecido pode estar muito enganado e perdendo ótimas oportunidades.

O começo de 2019 trouxe consolidação e ânimo, deixando para trás o biênio de crise no setor.

Em fevereiro deste ano, foi divulgado pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) um aumento de 30% na compra e construção de imóveis, comparando 2018 com 2017.

Só em dezembro do ano passado, foram mais de 228 mil financiamentos, com R$ 6,05 bilhões de recursos provenientes da poupança.

Segundo o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), esse número acumula um crescimento de quase 25% com relação ao mês anterior e quase 65% maior que dezembro de 2017. Ainda segundo o SBPE, foram mais de R$ 57 bilhões direcionados à compra e construção de imóveis durante todo o ano, cravando um crescimento de 33% anuais.

São números que não só constatam uma onda de crescimento surgindo, como também dão segurança para os investimentos expandirem. E não param por aí…

Hoje, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mostra um aumento de 30% nos lançamentos residenciais neste primeiro trimestre, comparado a 2018. Nas vendas, o aumento foi de 23%.

Em São Paulo, os números só crescem e comprovam a força que a cidade tem para gerar resultados positivos a quem busca investir em imóveis de alto padrão e unidades funcionais.

Segundo o Secovi-SP, os números do ano anterior já criavam uma tendência de crescimento para 2019: eles são maiores que toda apuração feita entre 2014 e 2017.

Não se trata de um novo “boom imobiliário”, segundo especialistas da Fundação Getúlio Vargas, mas de uma estabilidade alta e um crescimento contínuo para o setor que podem ser vistos e avaliados com bons olhos por aqueles que investem esperando grandes retornos.

E não é só uma demanda do mercado de investimentos. As famílias também estão em crescimento, as pessoas estão vivendo mais e a tendência é que cada vez mais gente precise de um teto para morar.

A FGV também lançou resultados de uma pesquisa que aponta que será preciso aproximadamente 14 milhões de novas moradias até 2025. Por isso, o tempo parece ser curto e a expectativa larga para o crescimento do mercado em 2019, 2020 e 2021.

Se você está em dúvidas se o momento é agora, especialistas em investimentos apontam o momento atual como o melhor período para adquirir unidades.

Como as condições econômicas no país não estão favoráveis, a tendência é que o valor dos imóveis continue baixo, mas por pouco tempo. Há quem já considere que o mercado de construção civil esteja se aquecendo para que, em um futuro bem próximo, recupere os preços e tenham grandes retornos.

A Alfa Realty tem o prazer de atender esta demanda de ponta a ponta: além de possuir um portfólio diversificada de imóveis, nossa expertise em empreendimento de alto padrão, localizados nos melhores bairros de São Paulo, que tendem a valorizar constantemente nos próximos anos.

Seja para morar ou investir, escolha um Alfa Realty.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *